O que é

O que é câncer?

Quase todas as partes do corpo humano passam pelo processo de renovação celular. Toda célula nasce, cresce e morre e até mesmo o esqueleto, com a função importante de sustentar o corpo e permitir os movimentos, se renova por completo.  

Com tantas multiplicações e crescimentos acontecendo a todo instante, pode haver alguma divisão que não funcione como deveria.

O motivo pode ser genético, com uma predisposição a algum defeito nas células acontecendo em todo um grupo familiar. Isso também pode acontecer por fatores externos, como a exposição excessiva ao sol, o tabagismo, o alcoolismo, o contato com a radiação e com agrotóxicos ou produtos químicos diversos – os chamados agentes cancerígenos – que são capazes de afetar o funcionamento das células de um jeito único.

No final, algo que não deu certo em nível celular gera uma nova célula, que não faz parte do músculo, do revestimento do estômago ou até mesmo do osso que ela deveria compor. Por uma série de motivos, essa célula malformada pode não conseguir ser eliminada pelo organismo e continua se multiplicando, até mesmo de forma mais acelerada do que as outras células do corpo consideradas normais.

Câncer é o nome genérico dado a esse crescimento desordenado, agressivo e acelerado de células que pode acontecer dentro do corpo humano.

Existem diferentes tipos de câncer e sua nomenclatura pode seguir sua localização dentro do corpo de um indivíduo. São os casos do câncer de mama, do câncer de próstata, do câncer de esôfago, do câncer de fígado, do câncer de pâncreas e do câncer de pulmão, por exemplo.

Outros nomes também são adotados para designar um conjunto de tipos de câncer que podem afetar diferentes áreas. É o caso dos linfomas (que são conhecidos por afetarem as diferentes partes do sistema linfático) e dos sarcomas, que afetam o tecido conectivo e podem surgir em músculos, tendões, gorduras e ossos.

Os tipos de câncer também costumam incidir mais em um sexo do que no outro. No sexo masculino, por exemplo, os tipos de câncer mais comuns são os de próstata, traqueia, pulmão e brônquio e o de cólon e reto. Já os tipos de câncer que mais afetam o sexo feminino são os de mama, cólon e reto e o câncer de colo de útero.

Dentro da Oncologia e da Medicina, existem ainda nomes específicos associados aos diferentes tipos de câncer, de acordo com o tipo de célula afetada por essa divisão sem sucesso. É o caso do adenocarcinoma, que é causado por um problema nas células glandulares epiteliais excretoras espalhadas por diferentes órgãos do corpo humano, como o pulmão, os intestinos, o fígado, o estômago e o colo do útero.

Existem mais de 200 tipos de câncer e, quanto mais cedo o problema de divisão celular for descoberto, maiores são as chances de cura do indivíduo, devolvendo a ele a qualidade de vida e a normalidade de seu organismo.

Atualmente, o diagnóstico de câncer não é mais uma sentença definitiva. Existem vários tratamentos diferenciados capazes de auxiliar o paciente a superar essa etapa com fluidez e leveza. Dependendo do tipo de câncer, as chances de cura e de recuperação total em até 5 anos após o diagnóstico da doença podem chegar a 100%.

A Oncologia D’Or foi criada para oferecer tratamento e diagnóstico oncológico de excelência nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Tocantins, Ceará, Bahia, Maranhão e o Distrito Federal. A cada mês, a Oncologia D’Or realiza mais de 20.000 atendimentos médicos, em cerca de 5.000 pacientes diagnosticados com câncer. A Oncologia D’Or surgiu em 2010, por meio do Centro de Oncologia Quinta D’Or, que elaborou uma rede de hospitais e clínicas espalhados por 8 estados brasileiros. A Oncologia D’Or também conta com o histórico de qualidade em atendimento hospitalar da Rede D’Or São Luiz, por meio da Linha Verde, no Rio de Janeiro. Esse novo conceito de atendimento médico integra os serviços de saúde, agilizando o atendimento e os tratamentos necessários para que o paciente seja recebido com a maior rapidez possível. 

Saiba mais:

Estadiamento do câncer

Epidemiologia do câncer