Testes em Recém-Nascidos

Teste do Pezinho e Triagem Neonatal

Os testes de Triagem Neonatal, Teste do Pezinho e Teste SCID e Agama, são exames de prevenção, cuja principal vantagem é detectar precocemente vários tipos de doença,evitando problemas graves que, se não tratados, levam à deficiência intelectual ou causam prejuízos à qualidade de vida da criança. O exame é rápido e seguro, feito a partir da coleta de algumas gotinhas de sangue do calcanhar do bebê, por profissionais preparados e com material descartável.

Todos os testes são efetuados pelo Laboratório APAE, pioneiro na implantação do Teste do Pezinho na América Latina. O laboratório conta com equipamentos de última geração,profissionais preparados para a coleta das amostras e para a realização dos exames. Os resultados são altamente confiáveis. O Laboratório possui um sistema de Busca Ativa, uma estrutura montada para a convocação e o acompanhamento de casos com alteração nos resultados e equipe interdisciplinar para caso positivo.

O Teste do Pezinho e o SCID e Agama são coletados no mesmo momento, 48 horas após o nascimento. Você recebe um protocolo e o resultado poderá ser consultado pelo site do São Luiz, além de receber o laudo impresso em sua casa, nos prazos de:

  • Teste do Pezinho: 7 dias úteis após a alta no site e 10 dias úteis após a alta na residência
  • Teste SCID e Agama: 10 dias úteis após a alta no site e 13 dias úteis após a alta na residência.

 

Se isso não ocorrer, por favor, ligue para o telefone que consta em seu protocolo.

Os diferentes tipos de Teste do Pezinho

Teste do Pezinho Básico

O Teste do Pezinho Básico é obrigatório por Lei e coberto por todos os planos de saúde. É composto por seis diagnósticos:

  • Fenilcetonúria
  • Anemia falciforme e Hemoglobinopatias
  • Fibrose cística
  • Hipotireoidismo congênito
  • Heperplasia Adrenal Congênita
  • Deficiência de Biotinidase

Teste do Pezinho Mais

O Teste do Pezinho Mais é oferecido gratuitamente a todos os recém-nascidos na Maternidade São Luiz e é composto por dez diagnósticos:

  • Fenilcetonúria
  • Anemia falciforme e Hemoglobinopatias
  • Fibrose cística
  • Hipotireoidismo congênito
  • Toxoplasmose congênita
  • Hiperplasia Adrenal congênita
  • Deficiência de Biotinidase
  • Deficiência de G6PD (Glicose 6-Fosfato-Desidrogenase)
  • Galactosemia
  • Leucinose

Teste do Pezinho Super

O Hospital e Maternidade São Luiz disponibiliza ainda um dos mais completos testes de triagem neonatal existentes no Brasil e no mundo, o Teste do Pezinho Super, que faz o diagnóstico de 48 patologias. O teste inclui em seu painel, além das 10 doenças dos Testes Básico e Mais, outros 38 diagnósticos realizados através da avançada tecnologia de Espectometria de Massas em Tandem. Os pais que optarem por realizar o Teste Super, poderão fazer a adesão no momento da internação.

Teste SCID e Agama

O desenvolvimento de novas metodologias tem contribuído para a melhoria do diagnóstico precoce de inúmeras doenças, desde que identificadas antes de manifestação clínica. Além do Teste Básico, Mais e Super, o laboratório APAE de São Paulo oferece dois novos diagnósticos: SCID e Agama. A Imunodeficiência Combinadas Graves (SCID, do inglês Severe Combined Immodeficiency) e a Agamaglobulinemia constituem um grupo de doenças heterogêneas caracterizadas por alterações que comprometem gravemente o sistema imunológico e são consideradas como emergências pediátricas, pois causam infecções graves e de repetição.

Teste da orelhinha

O exame de emissões otoacústicas é realizado por fonoaudiólogas durante o sono natural do bebê, sem incomodá-lo. É seguro, rápido e deve ser feito durante a internação. O “teste da orelhinha” é recomendado para todos os bebês e deve ser feito o quanto antes com o objetivo de detectar problemas auditivos e iniciar tratamento precocemente.

A Maternidade São Luiz realiza a triagem auditiva neonatal desde 1990. A triagem é universal, realizada em todos os recém-nascidos antes da alta hospitalar cumprindo assim a Lei Federal 12.303 (09/2010).

O Score APGAR 

Trata-se de um critério baseado em notas e realizado pelo médico neonatologista utilizado para avaliar a vitalidade do bebê nos primeiros momentos após o parto. Consiste na avaliação de cinco itens, aos quais se atribuem pontos no primeiro e quinto minutos de vida. Os pontos variam, cada um deles, de 0 a 2. Da soma dos pontos de cada parâmetro obtém-se a nota do bebê, que será, portanto, entre 0 e 10.

Esses dados permitem, entre outras coisas, um pediatra que não assistiu ao parto ter noção de como estava o bebê pouco depois do nascimento, suas condições respiratórias, circulatórias e neurológicas.

Após este exame, faz-se a identificação do recém-nascido, por meio de pulseiras colocadas no bebê e na mãe, ainda na sala de parto. A criança é então encaminhada ao berçário para um período de observação.