Anticorpos de outros coronavírus não inativam o Sars-CoV-2

Pesquisa testou plasma de convalescentes de outros coronavírus para ver se possuíam alguma defesa contra a Covid-19.

Desde o início da pandemia, diversos cientistas buscam entender por que pessoas infectadas por Sars-Cov-2 (vírus da Covid-19) podem ter desde resposta assintomática até quadros graves que podem levar à morte. E uma das hipóteses para essas respostas diversas pode estar relacionada à contaminação prévia por outros coronavírus. Foi o que cientistas da Universidade de Rockefeller nos EUA estudaram e publicaram na revista de Pré-prints MedRxiv.

As endemias de coronavírus – infecções que atingem população de uma região específica – ocorrem de forma sazonal, e causam quadros de resfriados, geralmente com sintomas leves, sendo raros os quadros mais graves. No estudo, os pesquisadores analisaram 37 amostras de plasma sanguíneo de indivíduos que testaram positivo no exame de PCR para algum dos coronavírus sazonais (HCoV-HKU1, HCoV-OC43, HCoV51-NL63 e HCoV-229E) antes deste ano.

A equipe descobriu que as amostras de plasma continham anticorpos que poderiam impedir o desenvolvimento de alguns dos coronavírus de resfriado comum. Nesses casos, os anticorpos previamente adquiridos impediam este processo, neutralizando a capacidade do vírus de infectar as células humanas estudadas em laboratório. 

Então, para testar se o plasma dos voluntários poderia neutralizar o Sars-CoV-2, a equipe desenvolveu em laboratório um vírus híbrido, ao substituir uma proteína de infecção contida no vírus pela proteína do Sars-CoV-2. Mas nesta segunda testagem, eles não verificaram neutralização do novo coronavírus em nenhum paciente. Sendo assim, os resultados sugerem que os anticorpos produzidos depois da infecção pelos coronavírus sazonais que causam resfriado comum não parecem proteger as pessoas da Covid-19 nem de seus diferentes níveis de gravidade. 

Por Luiza Mugnol Ugarte

Quer receber as notícias do IDOR pelo WhatsApp? Clique aqui, salve o nosso número e mande uma mensagem com seu nome completo. Para cancelar, basta pedir!

Veja também