Encontro de Ciência, Tecnologia e Inovação do IDOR (Parte II): Pesquisa Translacional e Inovações em Biotecnologia

Confira o que aconteceu no segundo painel do evento e no Espaço Open D’Or

 

No dia 05 de dezembro, ocorreu o primeiro Encontro de Ciência, Tecnologia e Inovação do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR). O evento reuniu médicos, pesquisadores, executivos e outros profissionais do ecossistema de saúde e inovação para compartilhar as principais iniciativas do IDOR e da Rede D’Or São Luiz (RDSL) no ano de 2020. Confira abaixo tudo o que aconteceu no segundo painel do evento: Pesquisa Translacional e Inovações em Biotecnologia.

Stevens Rehen, neurocientista e pesquisador do IDOR e professor da UFRJ, foi o moderador do debate sobre inovações na área de pesquisa. Ele abriu o painel exemplificando analogias entre a inovação e a criatividade, e a importância de se criar ambientes de trabalho acolhedores para estimular descobertas e o pensamento fora do comum. Após a abertura do painel, a pesquisadora, cardiologista e docente no IDOR, Dra. Renata Moll, falou sobre a pesquisa translacional e seu objetivo de reduzir o distanciamento entre a produção e a aplicabilidade dos estudos científicos.

Dra. Renata Moll compartilhou cases de inovação na cardiologia do IDOR/RDSL, desde os estudos por imagem – incluindo imagens 4D por Ressonância Magnética – até o sequenciamento genético para melhor predição de medicamentos e também a pesquisa BRACE CORONA, que se estruturou em tempo recorde no início da pandemia para estudar os riscos de manter ou suspender os principais medicamentos de pacientes com problemas cardíacos durante o tratamento da Covid-19. Os resultados apontaram que manter os tratamentos era seguro para os pacientes, constatação muito importante para guiar os médicos nos hospitais.

O segundo painelista da sessão foi o Dr. Bruno Solano, médico e pesquisador do IDOR e coordenador do Laboratório de Terapia Celular no Hospital São Rafael, em Salvador. Ele compartilhou como o estudo com células-tronco mesenquimais – que têm capacidade imunomoduladora e anti-inflamatória – pode contribuir para o tratamento de casos graves da Covid-19 onde há severo dano pulmonar e reação inflamatória exacerbada. O médico comentou que suas pesquisas em andamento no IDOR estão mostrando resultados positivos utilizando essa terapia celular, que também é capaz de reparar tecidos afetados pelo novo coronavírus e vem sendo testada com sucesso para diversas outras doenças inflamatórias ao redor do mundo.

Fechando as apresentações sobre pesquisa translacional, Marcos Valadares falou sobre a PluriCell, startup de Biotech da qual é CEO e cofundador. A PluriCell é especializada em produzir células humanas autênticas, de forma não-invasiva, a partir de tecidos de doadores. Em laboratório, essas amostras são induzidas a tornarem-se células-tronco pluripotentes, que são então transformadas em qualquer tecido humano. A PluriCell no momento é especializada em desenvolver células dos tecidos neural e cardíaco, endereçando suas pesquisas ao estudo de Insuficiência Cardíaca e da Síndrome de Rett, mutação genética rara que afeta o desenvolvimento do cérebro em meninas.

 

Espaço Open D’Or

Atuando como a agência de Inovação do IDOR, cujo um dos principais objetivos é criar e fortalecer conexões no ecossistema que envolve saúde, tecnologia e ciência, o Open D’Or não deixou de convidar startups para que pudessem apresentar seus serviços e produtos inovadores em um espaço virtual com estandes interativos. Veja abaixo as startups selecionadas e as soluções apresentadas, não esqueça de conferir suas preferidas no Espaço Open D’Or

 

BioZforlife: Medição de sinais vitais e exames médicos remotos.

Brain4care: Medição de pressão intracraniana de forma não invasiva.

Bright Photomedicine: Tratamento de neuromodulação para redução da dor.

Carenet Longevity: Plataforma de gestão de dados de dispositivos médicos de UTIs.

MedPortal: Plataforma de educação e capacitação para o setor de saúde.

MedT: Sistema de gestão de cirurgias hospitalares.

Mindfy: Padronização de protocolos assistenciais.

Portal SuperAção: Apoio a pacientes em tratamento oncológico.

Techbalance: Solução para avaliação e prevenção de risco de queda.

Tytocare: Medições de sinais vitais e exames médicos remotos.

Vitalk: Solução de intervenções digitais para saúde mental e emocional.

Data H:
-Entrega de itens com transporte guiado por inteligência artificial (Data H/Synkar).
-Interpretação de exames clínicos e avaliação de diagnóstico com inteligência artificial (Data H/DataLife).

-Monitoramento e Segurança com inteligência artificial (Data H/Noleakio).

-Extração de conhecimentos estratégicos de textos e documentos com inteligência artificial (Data H/ Mr. Turing).

-Gestão de negócios com inteligência artificial (Data H/Mentor mais).

Caso você não tenha participado do Encontro de Ciência, Tecnologia e Inovação do IDOR, ainda pode assistir à gravação de todas as apresentações no site do evento! Confira na íntegra ou saiba mais através de nossas matérias sobre cada um dos painéis!

Escrito por Maria Eduarda Ledo de Abreu

Quer receber as notícias do IDOR pelo WhatsApp? Clique aqui, salve o nosso número e mande uma mensagem com seu nome completo. Para cancelar, basta pedir!

Veja também