Inscrições abertas: Residência Médica em Patologia (RJ)

Capacitando médicos para o diagnóstico, tratamento e monitoramento de doenças através de exames em amostras clínicas, conheça a Residência Médica em Patologia do IDOR/RDSL no Rio de Janeiro

O Patologista é uma peça-chave para a prevenção, diagnóstico, tratamento e monitoramento de doenças através de exames em amostras clínicas. Esses especialistas devem conectar diversos aspectos físicos, químicos, biológicos e clínicos para analisar e discutir os resultados histopatológicos, além de ser capazes de sugerir alternativas para uma determinada situação clínica, servindo como importantes consultores para os colegas que solicitam sua avaliação para endereçar o tratamento de pacientes. Com o advento da medicina de precisão, a necessidade do patologista integrado às equipes de suporte à jornada do paciente tornou-se mandatório para instituições de saúde que oferecem serviços especializados e de alta qualidade. 

A patologia hoje é uma especialidade em franca transformação, oferecendo – além de suas diversificadas atividades laboratoriais – oportunidades de trabalho em áreas administrativas, acadêmicas, técnicas e de consultoria. No entanto, há carência de profissionais neste mercado, que necessita cada vez mais de médicos capazes de unir os desenvolvimentos científicos à prática clínica.

É pensando nisso que o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) oferece seu Programa de Residência Médica em Patologia no Rio de Janeiro, curso com objetivo de formar profissionais diferenciados, que terão a seu dispor docentes especialistas e atuantes na área, além de toda a expertise e aparato tecnológico de ponta oferecidos pelo Hospital Quinta D’Or, da Rede D’Or São Luiz (RDSL),o  que deixa o residente mais próximo da demanda atual do mercado e mais alinhado com a perspectiva da carreira. 

“Hoje, a Anatomia Patológica da RDSL tem as melhores condições laboratoriais da cidade, com instalações de primeira linha e todas as facilidades necessárias para o desenvolvimento do programa. Além disso, possui o volume de serviço necessário para o treinamento dos residentes, com diversidade de material e qualidade garantida. A proximidade da residência com o IDOR também permite que a linha acadêmica seja cuidada, fazendo com que o desenvolvimento científico seja igualmente atingido”, explica o Dr. Fernando Soares, pesquisador, médico patologista e coordenador do programa. 

Dividido por especialidades das diversas áreas da anatomia patológica, o corpo clínico é de abrangência nacional, composto por mais de 70 profissionais altamente qualificados. “E é um corpo em expansão. Temos buscado profissionais de extrema qualidade que se dedicam ao seu trabalho no exterior e temos tido a oportunidade de atraí-los de volta, trazendo senso crítico às nossas ações! Mais ainda, temos um corpo de consultores internacionais, que nos auxiliam em casos raros e difíceis, onde um consenso experimentado necessita ser atingido. Especificamente no RJ, são 24 patologistas que estão integrados e representam o melhor da patologia do Estado”, informa Dr. Fernando. 

O médico acrescenta que o programa em Anatomia Patológica do IDOR/RDSL nasceu com o propósito de ser diferente e transformar o treinamento da patologia no Brasil. Haverá um número reduzido de residentes no programa – que também é oferecido na capital de São Paulo – e todo um planejamento didático com aulas gravadas, seleção de material do dia a dia e discussões com um corpo clínico diferenciado. As capacidades a serem adquiridas estão distribuídas em três anos e em seis áreas: macroscopia, histopatologia, técnicas avançadas, patologia molecular, especialização diagnóstica/estabelecimento dos fatores preditivos e aspectos administrativos. “A patologia é a ponte que une os aspectos das descobertas e avanços científicos à prática clínica. E este programa visa ensinar, treinar e qualificar os profissionais exatamente nestes aspectos. Temos a certeza que, ao final do programa, nosso médico residente terá qualificação competitiva para exercer a patologia ou a prática acadêmica em alto nível. Isto levará, consequentemente, a realização profissional e pessoal”, conclui Soares. 

Saiba mais e inscreva-se para a Residência Médica em Patologia (RJ)!

 

Escrito por Maria Eduarda Ledo de Abreu.

Quer receber as notícias do IDOR pelo WhatsApp? Clique aqui, salve o nosso número e mande uma mensagem com seu nome completo. Para cancelar, basta pedir!

Veja também