Pela segunda vez IDOR apoia conferência Brazil at Silicon Valley


Evento foi realizado inteiramente online e discutiu o futuro da tecnologia e da saúde no pós-pandemia 

Apesar dos claros obstáculos e perdas trazidos pela atual pandemia da Covid-19, os setores de saúde no Brasil e no Mundo estão utilizando este momento para aprender com os desafios e inovar em suas estratégias de ação. Para que crises como esta sejam melhor enfrentadas no futuro, é essencial prever quais serão os aprimoramentos resultantes deste cenário, e este foi o tema do painel de encerramento do evento Brazil at Silicon Valley, concluído nesta quarta-feira (03/6).

O Brazil at Silicon Valley (BSV) foi idealizado por estudantes e ex-estudantes brasileiros das Universidades de Stanford e Berkeley, na Califórnia (EUA). Seu objetivo é reconhecer no cenário brasileiro oportunidades de inovação e discutir práticas de empreendedorismo que conectem o país ao Vale do Silício, região que concentra grandes empresas de tecnologia, como Apple, Amazon, Google, Facebook, Microsoft, Adobe, entre outras. Além de discussões com palestrantes que são referência em tecnologia e inovação, o BSV também fomenta a criação de soluções práticas para o desenvolvimento tecnológico do país.

Devido às mudanças causadas pelo novo coronavírus, a segunda edição do evento foi totalmente online, e teve como um dos principais enfoques analisar a atual situação e seus reflexos na tecnologia mundial. O seu último painel –“Healthtech and COVID-19: The future of Healthcare”, realizado nesta quarta-feira (03/6) – buscou discutir os ganhos que o setor da saúde poderá apresentar no mundo pós-pandêmico. Na abertura do painel, a gigante Google chegou a apresentar um relatório inédito sobre o atual ecossistema de startups no Brasil, com previsões sobre a indústria de tecnologia nacional. Entre as áreas que apresentaram maior crescimento nacional durante a pandemia estavam serviços de entrega e educação à distância, além de aplicativos de apoio financeiro e de autocuidado.

Como apresentação principal, o painel contou com a participação de Sumant Ramachandra, presidente e CTO da Baxter Pharmaceuticals e os especialistas da Universidade de Stanford, Carlos Bustamante, professor de análise de dados biomédicos e Anurag Mairal, docente da escola de Medicina e da escola de Business. Durante a conversa, além de debaterem sobre a possível duração da pandemia, os palestrantes também discutiram sobre os aprendizados que já adquirimos observando as medidas de contenção adotadas por diferentes países, e a mesa entrou em consenso que os governos que atuaram mais alinhados à ciência foram os que obtiveram melhores resultados.

Desde a primeira edição do evento, em 2019, O Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) é patrocinador e participante ativo desta iniciativa. Alinhado à sua visão de fomentar pesquisas e ensino de ponta, além de inovação e empreendedorismo em saúde, o Instituto promove colaborações nacionais e internacionais em todos os seus pilares, somando parcerias com as principais universidades mundiais em mais de 60 países.

Através do Open D’Or Healthcare Innovation Hub, plataforma que conecta o instituto e a Rede D’Or São Luiz a startups, empresas e universidades de todo o mundo, o IDOR também visa fomentar o empreendedorismo científico early stage, criando novos negócios a partir de projetos de pesquisa e apoiando a criação de propriedades intelectuais e a formação de startups na área da saúde. O instituto possui ainda um ramo internacional, nos EUA, intitulado Scients Institute, iniciativa dedicada a estudos de neurociência e tecnologia.

Para além do BSV, o IDOR há muito favorece a colaboração entre os ecossistemas de inovação e saúde. O apoio a eventos como esse não apenas fortalece a missão do instituto como estimula o desenvolvimento tecnológico brasileiro, promovendo a troca de experiência entre empreendedores e especialistas do Vale do Silício, dando visibilidade a casos de sucesso e gerando novas oportunidades de colaboração e de negócios para o país.

Quer receber as notícias do IDOR pelo WhatsApp?

Clique aqui, salve o nosso número e nos mande uma mensagem com seu nome completo.

E para cancelar, basta pedir!

Veja também