Tecnologia e excelência em Videohisteroscopia

Destinado a Ginecologistas e Acadêmicos de Medicina, curso de Iniciação à Videohisteroscopia do IDOR está com inscrições abertas

O curso de Iniciação à Videohisteroscopia busca ensinar os fundamentos e os instrumentos apropriados para a sua prática ambulatorial e hospitalar, aliados à tecnologia da RDSL. A Videohisteroscopia é a técnica de inspeção endoscópica do interior do útero que conta com o auxílio de microcâmeras. Isso proporciona ao profissional melhor acurácia no diagnóstico de patologias intrauterinas, e serve como método para intervenção cirúrgica.

“A realização da histeroscopia com fundamento e técnica permite investigar e tratar as doenças intrauterinas com maior precisão e menor custo”, comenta o Dr. Ricardo Lamas, coordenador do curso. Dr. Lamas também informa que com a criação da Escola Brasileira de Histeroscopia, gerou-se maior regularização e orientação mais cuidadosa para a formação na área. 

O corpo clínico do curso é composto por profissionais do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, que estão envolvidos com o ensino tanto nos setores privado como público, e são reconhecidos nacional e internacionalmente, revelando a grande experiência do grupo docente. Isto, aliado ao ensino do fundamento e à discussão técnica, estimula alunos a desenvolverem a histeroscopia com habilidade. 

O programa tem 10 horas de teoria, 14 horas de prática e é presencial. Ao final do curso, os alunos terão entendimento dos fundamentos e da técnica em Videohisteroscopia. Os concluintes também poderão acompanhar um professor ou professora durante uma semana de trabalho, para compreender no contato com os pacientes o que foi aprendido em peças em sala de aula.

 

Saiba mais sobre o curso de Iniciação à Videohisteroscopia e inscreva-se!