Produção científica

A produção científica dos pesquisadores do IDOR é bastante expressiva. Em cinco anos de história, os pesquisadores do IDOR publicaram importantes artigos científicos dentro e fora do país e estabeleceram parcerias com os mais importantes e reconhecidos centros de pesquisa e universidades do mundo.

Publicações

Citações

Publicações de capa

BloodA capa da edição de 09 de maio de 2019, da revista Blood, foi fruto de uma colaboração de instituições nacionais e internacionais, dentre elas o IDOR, representado por nosso pesquisador Dr. Fernando Bozza. O estudo descobriu a possibilidade de induzir plaquetas e megacariócitos do sangue a uma reação autoimune contra os vírus da dengue e influenza.

 

 

 

 

 

 

 

Pesquisa desenvolvida no IDOR, em parceria com a UFRJ e a Unisuam, foi capa da revista Neuroimage na edição de julho de 2019. Com equipe liderada por nossa pesquisadora Dra. Fernanda Tovar-Moll, o estudo foi o primeiro a identificar que, em menos de uma hora, o treinamento com neurofeedback é capaz de induzir modificações funcionais e estruturais nas redes neurais do cérebro.

 

 

 

 

 

 

 

Três estudos deram origem à capa da edição de 15 de junho de 2017 da Revista Nature. Em um deles, o pesquisador do IDOR, Dr. Fernando Bozza, coordenou as ações no Brasil do estudo multicêntrico que analisou a genômica do Zika, revelando seu percurso por diversos países, bem como as mutações acumuladas ao longo desta evolução.

 

 

 

 

 

 

 

Estudo liderado por pesquisadora do IDOR, Dra. Fernanda Tovar-Moll, foi capa da revista Radiology na edição de outubro de 2016. Os achados descritos pelos autores detalham o amplo espectro de alterações cerebrais decorrentes da infecção pelo Zika durante a gestação, o que representou um enorme avanço no entendimento da doença durante a epidemia que atingiu seu ápice no Brasil em 2015.