Toxicidade Renal

O que é toxicidade renal?

A toxicidade renal é uma condição também chamada de nefrotoxicidade. 

Nela, os rins acabam tendo seu funcionamento prejudicado (causando insuficiência renal), como resultado do efeito  de certas medicações usadas no tratamento de cânceres.

No entanto, os rins costumam ser órgãos bastante sensíveis, e até mesmo certos tipos de antibióticos e de anti-inflamatórios são capazes de causar nefrotoxicidade. 

Algumas substâncias usadas como contraste em exames de tomografia computadorizada e ressonância magnética também podem ser uma causa da toxicidade renal.

Para evitar que a toxicidade renal aconteça, o médico oncologista deve saber o histórico médico do paciente, evitando indicar medicamentos que causem mais frequentemente a   toxicidade renal.

Os sintomas da toxicidade renal incluem alterações no volume e na cor da urina e elevação dos valores de ureia e creatinina, as chamadas escórias nitrogenadas, facilmente avaliadas em um exame bioquímico.

Alguns casos de toxicidade renal não podem ser revertidos. Por isso, ela precisa ser acompanhada de perto.

As recomendações para evitar a toxicidade renal são manter uma hidratação adequada durante o tratamento e conversar com o médico sobre as medicações utilizadas. Em caso de alterações da função renal, é importante conversar com o médico sobre os cuidados necessários e sobre quais medicações devem ser evitadas.

A Oncologia D’Or é referência no tratamento oncológico de excelência, realizando mais de 20.000 atendimentos médicos por mês, nos 5.000 pacientes que participam da Oncologia D’Or.

Suas mais de 40 clínicas estão presentes nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Tocantins, Ceará e Bahia.