array(57) { ["SERVER_SOFTWARE"]=> string(6) "Apache" ["REQUEST_URI"]=> string(74) "/instituto/idorcomo-esta-o-continente-africano-nesta-pandemia-da-covid-19/" ["PHP_PATH"]=> string(24) "/opt/bitnami/php/bin/php" ["FREETDSLOCALES"]=> string(0) "" ["FREETDSCONF"]=> string(0) "" ["OPENSSL_ENGINES"]=> string(31) "/opt/bitnami/common/lib/engines" ["OPENSSL_CONF"]=> string(39) "/opt/bitnami/common/openssl/openssl.cnf" ["SSL_CERT_FILE"]=> string(52) "/opt/bitnami/common/openssl/certs/curl-ca-bundle.crt" ["CURL_CA_BUNDLE"]=> string(52) "/opt/bitnami/common/openssl/certs/curl-ca-bundle.crt" ["LDAPCONF"]=> string(42) "/opt/bitnami/common/etc/openldap/ldap.conf" ["GS_LIB"]=> string(43) "/opt/bitnami/common/share/ghostscript/fonts" ["MAGICK_CODER_MODULE_PATH"]=> string(60) "/opt/bitnami/common/lib/ImageMagick-6.9.8/modules-Q16/coders" ["MAGICK_CONFIGURE_PATH"]=> string(73) "/opt/bitnami/common/lib/ImageMagick-6.9.8/config-Q16:/opt/bitnami/common/" ["MAGICK_HOME"]=> string(19) "/opt/bitnami/common" ["PATH"]=> string(260) "/opt/bitnami/apps/wordpress/bin:/opt/bitnami/varnish/bin:/opt/bitnami/sqlite/bin:/opt/bitnami/php/bin:/opt/bitnami/mysql/bin:/opt/bitnami/letsencrypt/:/opt/bitnami/apache2/bin:/opt/bitnami/common/bin:/usr/local/sbin:/usr/local/bin:/usr/sbin:/usr/bin:/sbin:/bin" ["USER"]=> string(6) "daemon" ["HOME"]=> string(9) "/usr/sbin" ["SCRIPT_NAME"]=> string(10) "/index.php" ["QUERY_STRING"]=> string(0) "" ["REQUEST_METHOD"]=> string(3) "GET" ["SERVER_PROTOCOL"]=> string(8) "HTTP/1.0" ["GATEWAY_INTERFACE"]=> string(7) "CGI/1.1" ["REDIRECT_URL"]=> string(74) "/instituto/idorcomo-esta-o-continente-africano-nesta-pandemia-da-covid-19/" ["REMOTE_PORT"]=> string(5) "34173" ["SCRIPT_FILENAME"]=> string(44) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/index.php" ["SERVER_ADMIN"]=> string(15) "you@example.com" ["CONTEXT_DOCUMENT_ROOT"]=> string(34) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs" ["CONTEXT_PREFIX"]=> string(0) "" ["REQUEST_SCHEME"]=> string(4) "http" ["DOCUMENT_ROOT"]=> string(34) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs" ["REMOTE_ADDR"]=> string(13) "54.233.197.99" ["SERVER_PORT"]=> string(2) "80" ["SERVER_ADDR"]=> string(13) "172.26.13.183" ["SERVER_NAME"]=> string(13) "54.225.48.228" ["SERVER_SIGNATURE"]=> string(0) "" ["LD_LIBRARY_PATH"]=> string(410) "/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/varnish/lib:/opt/bitnami/varnish/lib/varnish:/opt/bitnami/varnish/lib/varnish/vmods:/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/common/lib64" ["HTTP_ACCEPT_ENCODING"]=> string(7) "br,gzip" ["HTTP_VIA"]=> string(64) "1.1 a20436c6d109fe9002d093f519ad4398.cloudfront.net (CloudFront)" ["HTTP_X_AMZ_CF_ID"]=> string(56) "O_N9Hg_uR1yPxiNr8gRKzo4_xnYEYh0p0JgbZp_rdemgzcuCBgZKkg==" ["HTTP_USER_AGENT"]=> string(17) "Amazon CloudFront" ["HTTP_X_AMZN_TRACE_ID"]=> string(40) "Root=1-62ba4cfe-1701964b689285cd4001bbd5" ["HTTP_X_FORWARDED_PORT"]=> string(2) "80" ["HTTP_CONNECTION"]=> string(5) "close" ["HTTP_X_FORWARDED_PROTO"]=> string(4) "http" ["HTTP_X_FORWARDED_FOR"]=> string(43) "44.200.40.195, 64.252.69.204, 10.247.45.109" ["HTTP_X_REAL_IP"]=> string(13) "10.247.45.109" ["HTTP_X_FORWARDED_HOST"]=> string(25) "www.rededorsaoluiz.com.br" ["HTTP_HOST"]=> string(13) "54.225.48.228" ["SCRIPT_URI"]=> string(94) "http://54.225.48.228/instituto/idorcomo-esta-o-continente-africano-nesta-pandemia-da-covid-19/" ["SCRIPT_URL"]=> string(74) "/instituto/idorcomo-esta-o-continente-africano-nesta-pandemia-da-covid-19/" ["REDIRECT_STATUS"]=> string(3) "200" ["REDIRECT_SCRIPT_URI"]=> string(94) "http://54.225.48.228/instituto/idorcomo-esta-o-continente-africano-nesta-pandemia-da-covid-19/" ["REDIRECT_SCRIPT_URL"]=> string(74) "/instituto/idorcomo-esta-o-continente-africano-nesta-pandemia-da-covid-19/" ["FCGI_ROLE"]=> string(9) "RESPONDER" ["PHP_SELF"]=> string(10) "/index.php" ["REQUEST_TIME_FLOAT"]=> float(1656376574.3479) ["REQUEST_TIME"]=> int(1656376574) }

Como está o continente africano nesta pandemia da COVID-19?

Como está o continente africano nesta pandemia da COVID-19?

Países como Quênia e África do Sul tomaram medidas mais restritivas à população.

 

O continente africano tem enfrentado ascendência no número de casos confirmados da COVID-19. Trinta países tinham casos confirmados no dia 19 de março, hoje todas as 54 nações do continente têm casos atestados, que ultrapassam 2.500 pessoas (Figura 1). Agora, o problema da pandemia junta-se a outros já enfrentados pelos países africanos, como a recuperação dos prejuízos sociais causados pelo surto de ebola, a quantidade de jovens vulneráveis pelo HIV – somente na África do Sul existem 2,5 milhões de pessoas não medicadas com antirretrovirais –, e o combate a quadros catastróficos de subnutrição em diversos lugares da África.


Figura 1: Histórico do número de casos no continente africano; fonte: COVID-19 Africa; John Hopkins University

Mais adversidades serão enfrentadas. Uma delas é a Malária, que matou 405.000 africanos em 2019 e possui sintomas parecidos com os do coronavírus, o que dificulta o diagnóstico e execução de cuidados necessários com os infectados por SARS-CoV-2. Outra questão importante é que faltam equipamentos, unidades de terapia intensiva e médicos no débil sistema de saúde africano. Não há estrutura de saúde, nem de saneamento em muitas regiões do continente; 258 milhões de pessoas da África subsaariana não têm acesso à água tratada.

 

No continente, os maiores propagadores do vírus SARS-CoV-2 são os europeus, por isso, diversos países já fecharam suas fronteiras e isolaram pessoas advindas da Europa em quarentena. Países com alto número de casos incluem Argélia e Egito, e o primeiro caso foi reportado na Líbia. Mas é na África do Sul onde há maiores números de contaminação, onde soma-se um terço do total de confirmados. O governo do Quênia, onde ontem foi registrada a primeira morte oficial por COVID-19, anunciou o fechamento de escolas; já a África do Sul declarou confinamento a partir de hoje, 27 de março. O presidente do país declarou que se essas medidas não forem tomadas, uma catástrofe de grandes proporções pode acontecer.

 

A África não tem estrutura para enfrentar esta pandemia nas mínimas restrições recomendadas, já que grande parte da população não consegue seguir a rotina de confinamento devido ao trabalho informal, que não traz segurança nesse momento e resulta em grande exposição para aqueles que se apertam em transportes públicos. O confinamento se torna impossível e é somado às condições de saneamento, que para muitos estão longe de serem ideais.

 

Vale ressaltar que, como no Brasil, um grande desafio do continente é o combate às fake news, tendo em vista que parte da população pode não estar aderindo efetivamente às medidas mínimas de auto-higiene. Por isso, o papel da ciência neste momento segue mandatório, via cálculos epidemiológicos e via pesquisas, que são essenciais para o desenvolvimento de novos medicamentos e para evitar o grande número de mortes. Mais do que nunca, o trabalho conjunto de cientistas e as ações de autoridades governamentais mundiais faz-se imprescindível rumo à solução desta pandemia.

 

Escrito por Luiza Mugnol Ugarte

Referências:
What could Covid-19 mean for Africa? – BBC
Coronavirus cases in Africa pass 2,400 amid fears for health services – The Guardian
Coronavirus in Africa: How prepared is the continent? | Covid-19 Special – DW News
COVID-19 Africa
Johns Hopkins University
Malária – Nações Unidas
Coronavirus: South Africa reports first deaths as lockdown begins
Fake news obstructs Africa’s coronavirus response

27.03.2020

Conteúdo Relacionado