Encontro de Ciência, Tecnologia e Inovação do IDOR (Parte III): Inovações na Gestão do Cuidado e Serviços de Saúde

Confira o que aconteceu no último painel e no encerramento do evento

No dia 05 de dezembro, ocorreu o primeiro Encontro de Ciência, Tecnologia e Inovação do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR). O evento reuniu médicos, pesquisadores, executivos e outros profissionais do ecossistema de saúde e inovação para compartilhar as principais iniciativas do IDOR e da Rede D’Or São Luiz (RDSL) no ano de 2020. Confira abaixo tudo o que aconteceu no terceiro painel do evento: Inovações na Gestão do Cuidado e Serviços de Saúde.

O Dr. Fernando Sogayar, diretor médico do Hospital São Luiz Itaim, foi o moderador no debate sobre inovação médica e hospitalar. Ele destacou a importância de adotar uma visão crítica na gestão de qualquer projeto, porque é uma das formas de entregar serviços que atendem e superam as expectativas dos pacientes. “Ser um bom gestor é ser inconformado”, brincou. Ele também apresentou exemplos de inovações e soluções práticas adotadas no hospital que dirige, entre elas a implementação de telemedicina, baby web, medidor de ruído nas salas de espera e a precisa cirurgia robótica.

Devido a problemas técnicos, a apresentação sobre Linhas de Cuidado, do diretor executivo de Saúde Populacional da Rede D’Or São Luiz, Gustavo Guimarães, precisou ser interrompida (um vídeo com a apresentação será disponibilizado em breve!), passando a apresentação para o tema “Padronização de Protocolos Assistenciais”, que foi ministrado pela Dra. Olga Ferreira, pesquisadora do IDOR e diretora Nacional da Cardiologia D’Or.

Apresentando uma série de soluções de medicina integrada adotadas na cardiologia da RDSL, Dra. Olga Ferreira mostrou a relevância de um sistema eficaz de conexão entre as diversas unidades hospitalares, já que as cardiopatias são as principais causas de óbito no Brasil, o que exige um olhar atento e abrangente no setor da saúde. Ela detalhou o processo pelo qual esse projeto de aspiração integrativa foi alcançado, desde o entendimento do fluxo de cada hospital e treinamento da equipe multiprofissional até a relevância de se ter colaboradores dedicados ao preenchimento dos prontuários médicos digitais. Entre outros projetos e casos de inovação sob sua gestão, a Dra. Ferreira também deu como exemplos a publicação do Livro de Protocolos e Condutas, para padronizar o atendimento de alta qualidade na cardiologia, e a reunião de dados de pesquisa na REDCap, plataforma com objetivo de elevar o status da qualidade das pesquisas científicas brasileiras e possibilitar parcerias entre diversas instituições nacionais e internacionais. 

O último tema do painel foi a mais recente das iniciativas, o Portal IDOR de Saúde Mental, que foi apresentado por um de seus idealizadores, Ronald Fischer, psicólogo e pesquisador do IDOR. Ciente de que problemas psicológicos como ansiedade, depressão e burnout foram intensificados durante a pandemia, o site reúne conteúdos criados por especialistas do IDOR para que a população possa ter acesso gratuito a dicas, atividades e aconselhamentos que visam amenizar ou evitar quadros negativos de saúde mental. Em menos de um mês, milhares de pessoas acessaram a plataforma e deram feedbacks positivos sobre os conteúdos. O Portal de Saúde Mental do IDOR também tem a intenção de estudar cientificamente o impacto de iniciativas como essa no bem-estar mental das pessoas.

Encerramento

Com a conclusão do painel, o encerramento do evento foi realizado pela Dra. Fernanda Tovar-Moll, pesquisadora e presidente do IDOR, que comentou a importância da resiliência durante momentos de crise, ressaltando que o IDOR e a RDSL conseguiram dar respostas inovadoras através da assistência médica, da ciência de dados, das parcerias, entre outros projetos que deram e dão retorno direto à população. Ela comentou que investimento em pesquisa e ensino estão entrelaçadas com a assistência na RDSL, e o IDOR integra esses laços. 

Para o futuro, ela acredita que fomentar a pesquisa e sua aplicabilidade para a população continua sendo a chave para combater adversidades incalculadas, como as trazidas pela atual pandemia. “O investimento em ciência deve ser perene e persistente. E a gente acredita nisso! Esse ano deixa o legado e aprendizado de que mais uma vez o investimento em pessoas, em infraestrutura – e um investimento constante – nos dá oportunidade de trazer respostas rápidas a problemas novos, como enfrentamos neste ano.”

Caso você não tenha participado do Encontro de Ciência, Tecnologia e Inovação do IDOR, ainda pode assistir à gravação de todas as apresentações no site do evento! Confira na íntegra ou saiba mais através de nossas matérias sobre cada um dos painéis!

Escrito por Maria Eduarda Ledo de Abreu

Quer receber as notícias do IDOR pelo WhatsApp? Clique aqui, salve o nosso número e mande uma mensagem com seu nome completo. Para cancelar, basta pedir!