Novo curso de neurointensivismo

Formação no Instituto D’Or integra serviço de alta complexidade a tecnologia de ponta.

O cuidado do paciente crítico com complicações neurológicas é uma das tarefas mais complexas da medicina, exigindo alto grau de treinamento. Pensando nisso, a partir de março o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) começa seu curso de extensão em neurointensivismo, no qual os alunos encontrarão infraestrutura ideal aliada a um corpo docente experiente.

O neurointensivismo é uma disciplina da medicina que integra especialidades das áreas de neurociências e medicina intensiva. Profissionais deste ramo são responsáveis por promover o cuidado de alta qualidade a pacientes críticos, com ênfase sobre as doenças neurológicas. Sua importância para o dia a dia de uma unidade de terapia intensiva já foi investigada em diversos estudos, que apontaram que pacientes neurocríticos apresentam melhor recuperação quando tratados por neurointensivistas.

No entanto, o cuidado do paciente neurológico grave pode ser extremamente complexo, envolvendo aspectos de sedação, monitoramento e delirium, por exemplo. Com os avanços das tecnologias médicas e as constantes atualizações nas condutas e abordagens utilizadas, é frequente que profissionais desta área busquem capacitação especializada em instituições de excelência.

Com o objetivo de oferecer base teórica, prática e científica, o IDOR, em parceria com o Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer (IECPN), abriu inscrição para seu curso de extensão em neurointensivismo.

A formação acontece nos hospitais Copa D’Or e Copa Star, ambos na zona sul do Rio de Janeiro, e possui carga horária de 200 horas ao longo de dez meses de duração. Nele, médicos com especialização em clínica médica, pediatria, neurologia, medicina intensiva, neurocirurgia, anestesiologia ou cirurgia geral terão aulas com profissionais do IDOR e do IECPN, contemplando as áreas de acidente vascular encefálico (AVE), politrauma e encefalopatias, entre outras. Haverá, ainda, aulas práticas com doppler transcraniano e eletroencefalografia contínua.

As inscrições vão até 11 de março.

Residentes do IECPN e dos hospitais da Rede D’Or São Luiz têm 50% de desconto. Para mais informações, acesse aqui.

?