Pós-graduação em Medicina do Exercício do Esporte

Com módulos teóricos e práticos ministrados por profissionais que atuam na área, a pós-graduação está com  inscrições abertas.

 

A prática de exercícios e atividades esportivas tem aumentado ao longo dos anos e está diretamente relacionada à melhora da saúde. Assim, a necessidade de formar profissionais especializados nesta área é crescente e engloba várias áreas do saber médico. Por isso, o curso se destina a profissionais que queiram aumentar o conhecimento aplicado na prática de atividade física nos mais diversos níveis.

       

O conhecimento a ser compartilhado neste curso acrescenta à prática médica um diferencial que pode ser principal ou complementar à área de experiência dos profissionais. Com um currículo atual e abrangente, o programa é distribuído entre aulas teóricas e práticas, que são ministradas por profissionais renomados, capacitados e experientes nas diferentes áreas da especialidade.

No Brasil, existem cursos de medicina esportiva, mas os mesmos não têm currículos de alta qualidade como o oferecido pelo IDOR/RDSL, que agrega o conhecimento especializado com aplicabilidade prática e a alta tecnologia característica da Rede D’Or São Luiz. O curso conta com professores atuantes na especialidade, e sua realização será feita em módulos de frequência mensal, distribuídos ao longo de 24 meses. Segundo Verônica Vianna, uma das coordenadoras do curso, os principais diferenciais desta pós-graduação são “Nosso corpo docente, a programação multidisciplinar voltada para a prática clínica e aulas práticas”.

 

    Ao final, os profissionais estarão capacitados a atuar no planejamento, preparo e acompanhamento de praticantes de atividade física, incluindo atletas profissionais, além de poderem coordenar equipes multidisciplinares que atuam nos esportes amadores e profissionais. A medicina do esporte também é um diferencial no cuidado de pacientes que praticam atividade física para prevenção, tratamento ou melhora da saúde, já que seus profissionais poderão igualmente realizar atendimentos em consultórios e elaborar programas que façam interface entre atividade física/reabilitação e afecções da saúde.

Clique aqui, saiba mais sobre o curso e inscreva-se!

Veja também