array(57) { ["SERVER_SOFTWARE"]=> string(6) "Apache" ["REQUEST_URI"]=> string(61) "/instituto/idorparar-de-fumar-e-so-uma-questao-de-iniciativa/" ["PHP_PATH"]=> string(24) "/opt/bitnami/php/bin/php" ["FREETDSLOCALES"]=> string(0) "" ["FREETDSCONF"]=> string(0) "" ["OPENSSL_ENGINES"]=> string(31) "/opt/bitnami/common/lib/engines" ["OPENSSL_CONF"]=> string(39) "/opt/bitnami/common/openssl/openssl.cnf" ["SSL_CERT_FILE"]=> string(52) "/opt/bitnami/common/openssl/certs/curl-ca-bundle.crt" ["CURL_CA_BUNDLE"]=> string(52) "/opt/bitnami/common/openssl/certs/curl-ca-bundle.crt" ["LDAPCONF"]=> string(42) "/opt/bitnami/common/etc/openldap/ldap.conf" ["GS_LIB"]=> string(43) "/opt/bitnami/common/share/ghostscript/fonts" ["MAGICK_CODER_MODULE_PATH"]=> string(60) "/opt/bitnami/common/lib/ImageMagick-6.9.8/modules-Q16/coders" ["MAGICK_CONFIGURE_PATH"]=> string(73) "/opt/bitnami/common/lib/ImageMagick-6.9.8/config-Q16:/opt/bitnami/common/" ["MAGICK_HOME"]=> string(19) "/opt/bitnami/common" ["PATH"]=> string(260) "/opt/bitnami/apps/wordpress/bin:/opt/bitnami/varnish/bin:/opt/bitnami/sqlite/bin:/opt/bitnami/php/bin:/opt/bitnami/mysql/bin:/opt/bitnami/letsencrypt/:/opt/bitnami/apache2/bin:/opt/bitnami/common/bin:/usr/local/sbin:/usr/local/bin:/usr/sbin:/usr/bin:/sbin:/bin" ["USER"]=> string(6) "daemon" ["HOME"]=> string(9) "/usr/sbin" ["SCRIPT_NAME"]=> string(10) "/index.php" ["QUERY_STRING"]=> string(0) "" ["REQUEST_METHOD"]=> string(3) "GET" ["SERVER_PROTOCOL"]=> string(8) "HTTP/1.0" ["GATEWAY_INTERFACE"]=> string(7) "CGI/1.1" ["REDIRECT_URL"]=> string(61) "/instituto/idorparar-de-fumar-e-so-uma-questao-de-iniciativa/" ["REMOTE_PORT"]=> string(4) "8013" ["SCRIPT_FILENAME"]=> string(44) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/index.php" ["SERVER_ADMIN"]=> string(15) "you@example.com" ["CONTEXT_DOCUMENT_ROOT"]=> string(34) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs" ["CONTEXT_PREFIX"]=> string(0) "" ["REQUEST_SCHEME"]=> string(4) "http" ["DOCUMENT_ROOT"]=> string(34) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs" ["REMOTE_ADDR"]=> string(13) "18.228.86.237" ["SERVER_PORT"]=> string(2) "80" ["SERVER_ADDR"]=> string(13) "172.26.13.183" ["SERVER_NAME"]=> string(13) "54.225.48.228" ["SERVER_SIGNATURE"]=> string(0) "" ["LD_LIBRARY_PATH"]=> string(410) "/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/varnish/lib:/opt/bitnami/varnish/lib/varnish:/opt/bitnami/varnish/lib/varnish/vmods:/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/common/lib64" ["HTTP_ACCEPT_ENCODING"]=> string(7) "br,gzip" ["HTTP_VIA"]=> string(64) "1.1 4e4f8ee4f88ce6711f13846e91140c60.cloudfront.net (CloudFront)" ["HTTP_X_AMZ_CF_ID"]=> string(56) "cMtSGwqkZPnjnz0TuCYGxXM1o5kJwhUMFd8B9CcB4bwBXRkxdUpdgA==" ["HTTP_USER_AGENT"]=> string(17) "Amazon CloudFront" ["HTTP_X_AMZN_TRACE_ID"]=> string(40) "Root=1-62fda11e-6d2e84d1239ec9367d0d9a21" ["HTTP_X_FORWARDED_PORT"]=> string(2) "80" ["HTTP_CONNECTION"]=> string(5) "close" ["HTTP_X_FORWARDED_PROTO"]=> string(4) "http" ["HTTP_X_FORWARDED_FOR"]=> string(41) "3.239.4.127, 64.252.67.198, 10.247.44.157" ["HTTP_X_REAL_IP"]=> string(13) "10.247.44.157" ["HTTP_X_FORWARDED_HOST"]=> string(25) "www.rededorsaoluiz.com.br" ["HTTP_HOST"]=> string(13) "54.225.48.228" ["SCRIPT_URI"]=> string(81) "http://54.225.48.228/instituto/idorparar-de-fumar-e-so-uma-questao-de-iniciativa/" ["SCRIPT_URL"]=> string(61) "/instituto/idorparar-de-fumar-e-so-uma-questao-de-iniciativa/" ["REDIRECT_STATUS"]=> string(3) "200" ["REDIRECT_SCRIPT_URI"]=> string(81) "http://54.225.48.228/instituto/idorparar-de-fumar-e-so-uma-questao-de-iniciativa/" ["REDIRECT_SCRIPT_URL"]=> string(61) "/instituto/idorparar-de-fumar-e-so-uma-questao-de-iniciativa/" ["FCGI_ROLE"]=> string(9) "RESPONDER" ["PHP_SELF"]=> string(10) "/index.php" ["REQUEST_TIME_FLOAT"]=> float(1660789022.8172) ["REQUEST_TIME"]=> int(1660789022) }

Parar de fumar é só uma questão de iniciativa?

Parar de fumar é só uma questão de iniciativa?


Já sabemos dos riscos do cigarro à saúde, mas largar o vício é uma tarefa complexa que exige empatia e assistência profissional

Dia 31 de maio é o Dia Mundial Sem Tabaco, campanha criada em 1987 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para alertar sobre as doenças relacionadas ao tabagismo. Mas, o uso dos cigarros e suas complicações na saúde, na realidade, configuram um problema que data bem antes disso.

A popularização do fumo do tabaco iniciou-se com a colonização da América. Na região central, os nativos da ilha de Tobago já tragavam cachimbos de plantas ricas em nicotina, hábito que foi levado a outras populações do continente através das migrações ameríndias. Havia diversas razões para o fumo de tabaco entre os habitantes, uma delas era a crença nativa de que o ato espantava os mosquitos, mas, para os colonizadores europeus que adotaram a prática exótica, o hábito se tornou um vício que até hoje confronta a saúde pública mundial.

No Brasil, já progredimos muito em relação ao tabagismo, reduzindo o número de fumantes para menos de 10% da população, segundo levante realizado pelo Ministério da Saúde, no ano passado. Esses dados mostram que obtivemos uma queda de 40% do número de fumantes nos últimos 12 anos, o que é uma estatística muito positiva, mas que não nos isenta de alertar sobre os riscos do cigarro. É importante salientar que, para quem não fuma, o hábito pode parecer uma atitude irresponsável, que poderia ser resolvida com um mínimo de iniciativa por parte dos fumantes. Porém, o cigarro, como outras drogas lícitas e ilícitas, é responsável por desenvolver dependência em seus usuários, tanto psicológica como química.

As políticas antitabagistas são ações muito recentes quando consideramos o estímulo das propagandas de cigarro, que circulavam livremente poucas décadas atrás, ou ainda a atual romantização do hábito no cinema e em séries de televisão. A verdade é que, para além de suas claras ameaças à saúde, o fumo possui outras razões sociais e culturais que estimulam sua prática, como é o caso de sua associação com a sensualidade, interação social ou também seu uso como um repressor da ansiedade. É por isso que muitos definem o ato de fumar como uma escolha consciente, ou um lazer, mas esse argumento começa a ser questionado quando o fumante se depara com a dificuldade de ficar isento da atividade por longos intervalos de tempo. Neste ponto, muitos tentam interromper o vício, mas encontram sérios obstáculos.

Dra. Clarissa Baldotto, médica do Oncologia D’Or, afirma que, para além dos problemas já conhecidos, como o câncer de pulmão, o cigarro também pode causar câncer de bexiga, laringe, entre outros, além de várias doenças respiratórias. Apesar do histórico de muitos não conseguirem largar o vício na primeira tentativa, a oncologista afirma que todo esforço é válido. “Qualquer momento que você suspende o fumo já aponta uma diminuição do risco de doenças. Inclusive, pacientes que já têm câncer costumam pensar que deixar o cigarro não fará mais diferença. Porém, nossos estudos mostram que o uso do cigarro durante os tratamentos diminui a sua eficácia, até mesmo a da quimioterapia”, argumenta Dra. Baldotto. A médica também informa que parar de fumar sozinho é ainda mais difícil, destacando a importância do apoio familiar e da busca por assistência psicológica durante o processo.

Pensando em um tratamento que alinhe desde o diagnóstico de doenças até a reabilitação do paciente tabagista, a Rede D’Or (RDSL) São Luiz está organizando eventos e levantes para a composição de uma assistência complexa aos pacientes com doenças respiratórias. O Dr. Ricardo Terra,cirurgião torácico da RDSL, é um dos idealizadores do plano, que por enquanto ainda é uma proposta para pesquisas e ensino, mas que depois poderá ser aplicada nos hospitais da Rede.

Presentemente, o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) já está desenvolvendo um estudo com tabagistas, o objetivo é alcançar novas possibilidades de terapia que ajudem a reduzir a vontade de fumar. Se você é fumante, tem entre 21 e 60 anos e está na cidade do Rio de Janeiro, você pode ajudar essa pesquisa se voluntariando para o estudo. Para participar, é necessário ter concluído o ensino médio e não estar em um tratamento antitabagista no momento. Se tiver interesse em participar, é só preencher o formulário clicando aqui.

Escrito por Maria Eduarda Ledo de Abreu.

31.05.2019

Conteúdo Relacionado