array(57) { ["SERVER_SOFTWARE"]=> string(6) "Apache" ["REQUEST_URI"]=> string(93) "/instituto/idorenquanto-a-vacina-nao-chega-podemos-tentar-outros-meios-de-tratamento-efetivo/" ["PHP_PATH"]=> string(24) "/opt/bitnami/php/bin/php" ["FREETDSLOCALES"]=> string(0) "" ["FREETDSCONF"]=> string(0) "" ["OPENSSL_ENGINES"]=> string(31) "/opt/bitnami/common/lib/engines" ["OPENSSL_CONF"]=> string(39) "/opt/bitnami/common/openssl/openssl.cnf" ["SSL_CERT_FILE"]=> string(52) "/opt/bitnami/common/openssl/certs/curl-ca-bundle.crt" ["CURL_CA_BUNDLE"]=> string(52) "/opt/bitnami/common/openssl/certs/curl-ca-bundle.crt" ["LDAPCONF"]=> string(42) "/opt/bitnami/common/etc/openldap/ldap.conf" ["GS_LIB"]=> string(43) "/opt/bitnami/common/share/ghostscript/fonts" ["MAGICK_CODER_MODULE_PATH"]=> string(60) "/opt/bitnami/common/lib/ImageMagick-6.9.8/modules-Q16/coders" ["MAGICK_CONFIGURE_PATH"]=> string(73) "/opt/bitnami/common/lib/ImageMagick-6.9.8/config-Q16:/opt/bitnami/common/" ["MAGICK_HOME"]=> string(19) "/opt/bitnami/common" ["PATH"]=> string(260) "/opt/bitnami/apps/wordpress/bin:/opt/bitnami/varnish/bin:/opt/bitnami/sqlite/bin:/opt/bitnami/php/bin:/opt/bitnami/mysql/bin:/opt/bitnami/letsencrypt/:/opt/bitnami/apache2/bin:/opt/bitnami/common/bin:/usr/local/sbin:/usr/local/bin:/usr/sbin:/usr/bin:/sbin:/bin" ["USER"]=> string(6) "daemon" ["HOME"]=> string(9) "/usr/sbin" ["SCRIPT_NAME"]=> string(10) "/index.php" ["QUERY_STRING"]=> string(0) "" ["REQUEST_METHOD"]=> string(3) "GET" ["SERVER_PROTOCOL"]=> string(8) "HTTP/1.0" ["GATEWAY_INTERFACE"]=> string(7) "CGI/1.1" ["REDIRECT_URL"]=> string(93) "/instituto/idorenquanto-a-vacina-nao-chega-podemos-tentar-outros-meios-de-tratamento-efetivo/" ["REMOTE_PORT"]=> string(5) "15807" ["SCRIPT_FILENAME"]=> string(44) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs/index.php" ["SERVER_ADMIN"]=> string(15) "you@example.com" ["CONTEXT_DOCUMENT_ROOT"]=> string(34) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs" ["CONTEXT_PREFIX"]=> string(0) "" ["REQUEST_SCHEME"]=> string(4) "http" ["DOCUMENT_ROOT"]=> string(34) "/opt/bitnami/apps/wordpress/htdocs" ["REMOTE_ADDR"]=> string(13) "15.229.25.218" ["SERVER_PORT"]=> string(2) "80" ["SERVER_ADDR"]=> string(13) "172.26.13.183" ["SERVER_NAME"]=> string(13) "54.225.48.228" ["SERVER_SIGNATURE"]=> string(0) "" ["LD_LIBRARY_PATH"]=> string(410) "/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/varnish/lib:/opt/bitnami/varnish/lib/varnish:/opt/bitnami/varnish/lib/varnish/vmods:/opt/bitnami/sqlite/lib:/opt/bitnami/mysql/lib:/opt/bitnami/apache2/lib:/opt/bitnami/common/lib:/opt/bitnami/common/lib64" ["HTTP_ACCEPT_ENCODING"]=> string(7) "br,gzip" ["HTTP_VIA"]=> string(64) "1.1 6d327e3d2da66fac5e95b3d2d2e18852.cloudfront.net (CloudFront)" ["HTTP_X_AMZ_CF_ID"]=> string(56) "O8QPFfiiftESs8z_tyyvQtTHCetSMK0vmfgwSxdmqR5h1a63ffhQwA==" ["HTTP_USER_AGENT"]=> string(17) "Amazon CloudFront" ["HTTP_X_AMZN_TRACE_ID"]=> string(40) "Root=1-62f33bdf-42cfa91467b8c3fa665c5793" ["HTTP_X_FORWARDED_PORT"]=> string(2) "80" ["HTTP_CONNECTION"]=> string(5) "close" ["HTTP_X_FORWARDED_PROTO"]=> string(4) "http" ["HTTP_X_FORWARDED_FOR"]=> string(44) "18.207.157.152, 64.252.66.120, 10.247.45.109" ["HTTP_X_REAL_IP"]=> string(13) "10.247.45.109" ["HTTP_X_FORWARDED_HOST"]=> string(25) "www.rededorsaoluiz.com.br" ["HTTP_HOST"]=> string(13) "54.225.48.228" ["SCRIPT_URI"]=> string(113) "http://54.225.48.228/instituto/idorenquanto-a-vacina-nao-chega-podemos-tentar-outros-meios-de-tratamento-efetivo/" ["SCRIPT_URL"]=> string(93) "/instituto/idorenquanto-a-vacina-nao-chega-podemos-tentar-outros-meios-de-tratamento-efetivo/" ["REDIRECT_STATUS"]=> string(3) "200" ["REDIRECT_SCRIPT_URI"]=> string(113) "http://54.225.48.228/instituto/idorenquanto-a-vacina-nao-chega-podemos-tentar-outros-meios-de-tratamento-efetivo/" ["REDIRECT_SCRIPT_URL"]=> string(93) "/instituto/idorenquanto-a-vacina-nao-chega-podemos-tentar-outros-meios-de-tratamento-efetivo/" ["FCGI_ROLE"]=> string(9) "RESPONDER" ["PHP_SELF"]=> string(10) "/index.php" ["REQUEST_TIME_FLOAT"]=> float(1660107743.6564) ["REQUEST_TIME"]=> int(1660107743) }

Enquanto a vacina não chega, podemos tentar outros meios de tratamento efetivo

Enquanto a vacina não chega, podemos tentar outros meios de tratamento efetivo

O plasma de pessoas recuperadas pode ajudar aquelas que estão com Covid-19.

Diversos caminhos de tratamento para a Covid-19 estão sendo testados ao longo dos últimos meses. Entre eles estão os estudos com plasma – parte líquida do sangue que tem função de transportar substâncias pelo corpo – de convalescentes, ou recuperados. Acredita-se que os anticorpos presentes no plasma de pessoas saudáveis que se recuperaram de uma infecção possam dar um apoio inicial ao sistema imunológico de pacientes que o recebem.

A conceituada revista JAMA fala em seu artigo sobre essa terapia, que tem mais de 100 anos e de certa forma entrou e saiu de moda ao longo do tempo. Isso aconteceu porque o desenvolvimento de vacinas tomou o papel da contenção das doenças com muita eficácia. Mas, falando do tratamento com plasma de convalescentes, alguns estudos reportaram resultados positivos: vidas foram salvas. Agora, pesquisadores de um hospital em Nova York estão estudando tal tratamento em pacientes com Covid-19, são 500 pessoas das quais 33% provavelmente precisarão ser  entubadas. 

A pesquisa conta que 80% dos pacientes receberá tratamento ativo e 20% receberá o placebo. A ideia é que a maioria das pessoas se beneficie do potencial terapêutico do plasma de convalescentes. É na tendência de incluir todos os pacientes no braço de tratamento que reside um dos buracos de confirmação sobre a efetividade desse tratamento: a maioria dos estudos não têm um grupo controle. Ao mesmo tempo a estratégia é um bom plano para salvar o máximo de vidas atualmente, pois não temos tratamento efetivo confirmado, nem vacina.

A questão que os pesquisadores se perguntam é se o recebimento de plasma controle – aquele sem infecção por Sars-CoV-2 – poderia piorar a situação do grupo receptor. Isso poderia acontecer, porque elementos presentes no plasma podem causar aumento da coagulação sanguínea. Assim, até agora, mesmo sendo promissor, o tratamento não tem provas de que é efetivo.

Nos EUA, pessoas que já foram infectadas e tem como comprovar isso via exame, poderão doar plasma para esse estudo. Também outras universidades, como a conceituada Universidade de Stanford, começarão estudos de tratamento com plasma de convalescentes. Stanford tratará pessoas na ala de emergência, que não estão em estado grave o suficiente para serem internadas, já a Johns Hopkins irá testar o plasma de convalescentes em pessoas que sequer estão doentes. Também o IDOR deve iniciar um estudo com plasma de doadores em pacientes com apresentações graves da Covid-19. Por fim, todos estes pesquisadores acreditam que o tratamento pode ser uma estratégia com resultado positivo até que a vacina seja produzida em massa para a população, afinal, essa chegada pode demorar até um ano e meio.

Escrito por Luiza Mugnol Ugarte

 

Quer receber as notícias do IDOR pelo WhatsApp?

Clique aqui, salve o nosso número e nos mande uma mensagem com seu nome completo.

E para cancelar, basta pedir!

 

09.06.2020

Conteúdo Relacionado