Estadiamento do Câncer

O que é estadiamento do câncer?

Você provavelmente já deve ter ouvido a frase “câncer de mama em estágio I” ou, então, “câncer em fase IV”. Esta classificação de I a IV é o que chamamos de estadiamento.

O estadiamento do câncer é uma classificação de quão avançado está um determinado tumor para uniformizar a comunicação entre os diferentes profissionais de saúde e determinar o melhor tratamento.

Para determinar o estadiamento de um paciente, são levadas em consideração as informações sobre o tamanho do tumor, se ele já afetou outros órgãos, tecidos e áreas próximas, se ele invadiu os linfonodos e se ele já atingiu outros órgãos distantes do local onde foi identificado, o que é chamado de metástase.

Ter informações completas sobre o estadiamento serve como um grande auxílio ao profissional de saúde na hora de determinar o tratamento pelo qual o paciente deve passar.

Um paciente em estágio I, por exemplo, pode ser tratado por meio de cirurgia e radioterapia, enquanto um paciente em estágio II pode necessitar também de quimioterapia. O estadiamento é variado para cada doença e pode depender das características do paciente.

Para determinar o estadiamento é necessária uma avaliação clínica cuidadosa e exames adicionais, como exames de imagem, tais como uma tomografia. Os exames necessários dependem do tipo de tumor e da avaliação médica inicial.

Os estágios, em geral, variam de I a IV, sendo que quanto maior a classificação, maior o grau de acometimento da doença. Para tal, leva-se em consideração o tamanho do tumor (T), o acometimento de linfonodos próximos (N) e a presença de metástases a distância (M).

A Oncologia D’Or é uma rede de mais de 40 clínicas espalhadas pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Tocantins, Bahia, Maranhão, Pernambuco e o Distrito Federal. Os profissionais médicos da Oncologia D’Or realizam, por mês, mais de 20.000 atendimentos médicos de excelência em cerca de 5.000 pacientes.