Retinoblastoma

O que é retinoblastoma?

O retinoblastoma é um tipo de câncer que afeta a retina, que compõe o olho humano. Como qualquer tipo de câncer, seu desenvolvimento acontece por conta de um grupo de células que passa a se comportar de forma atípica, apresentando um crescimento desordenado e acelerado.

Esse é um tipo de câncer raro, mas que pode afetar crianças desde o nascimento até os cinco anos de idade.

Por vezes, o diagnóstico do retinoblastoma é acidental. Ele acontece quando um adulto tira a foto de uma criança com o flash, sendo que nos olhos da criança é possível visualizar um brilho diferente esbranquiçado ou uma mancha similar à que pode ser encontrada nos olhos dos gatos, que não acontece em crianças que não possuem retinoblastoma. Em um paciente normal, esse brilho é avermelhado.

O teste da foto é importante porque, quanto mais cedo o retinoblastoma for identificado, maiores são as chances de cura do paciente.

Essa condição pode ser chamada de retinoblastoma bilateral, porque pode afetar ambos os olhos ao mesmo tempo, sendo que, uma vez que a foto é realizada, é possível encontrar o brilho característico do retinoblastoma nos dois lados da face.

Ainda não se sabe, exatamente, o que causa esse tumor na retina. No momento, acredita-se que o retinoblastoma seja genético, resultado de uma alteração em um gene presente no cromossomo 12.

 

Quais são os sintomas de retinoblastoma?

O reflexo branco que acontece quando se tira uma foto da criança com flash, chamado de leucocoria pelos médicos, é o principal sintoma de retinoblastoma e não deve ser ignorado. Quanto mais cedo o paciente for diagnosticado, maiores as chances de cura do indivíduo.

Outros sintomas de retinoblastoma incluem:

  •  estrabismo;
  • sensibilidade à luz;
  • baixa visão;
  • deformação do globo ocular;
  • inflamações oculares; e
  • conjuntivite.

O teste do reflexo vermelho sempre é realizado para avaliar o paciente, sendo que exames de fundo do olho e ultrassom também podem ajudar a fechar o diagnóstico de retinoblastoma.

 

Como é o tratamento do retinoblastoma?

O retinoblastoma tem cura, e seu tratamento depende diretamente do estadiamento da condição do paciente. Como sempre, quanto mais cedo a doença for diagnosticada, maiores as chances de cura e menores as chances de perda do olho.

O tratamento do retinoblastoma pode ser feito por meio de quimioterapia intra-arterial, inserida diretamente no olho, e cirurgia, sendo que cada paciente precisa passar por avaliações individualizadas.

A Oncologia D’Or conta com mais de 40 clínicas, presentes nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Tocantins, Ceará e Bahia.

A Oncologia D’Or é especializada em oferecer atendimento médico de excelência para os pacientes que estejam passando pelo câncer.