Terapia-Alvo

O que é terapia-alvo?

A terapia-alvo é uma modalidade de tratamento do câncer mais precisa, que busca atingir a célula maligna a partir do mecanismo celular que lhe deu origem. Por isso, costuma estar associada com efeitos adversos toleráveis, durante o combate à doença. Esse tratamento também pode ser chamado de terapia molecular ou de terapia alvo-molecular.

O câncer acontece quando um determinado grupo de células dentro do corpo de um paciente passa a se comportar de forma anormal, tendo um crescimento acelerado e desordenado.

São justamente essas células anormais, chamadas de células cancerígenas, que a terapia-alvo tem como objetivo destruir e barrar o crescimento.

A terapia-alvo visa destruir a célula maligna a partir do mecanismo celular responsável por sua transformação. Nesse caso, seus efeitos sobre as células normais (saudáveis) é significativamente menor. Por isso, os efeitos adversos da terapia-alvo costumam ser bem mais brandos do que os da quimioterapia.

 

Como funciona a terapia-alvo?

A terapia-alvo tem como objetivo acertar e destruir os alvos moleculares (por isso o nome terapia-alvo), ou seja, proteínas e outros materiais que são importantes para o funcionamento de certos tipos de células cancerígenas. A terapia-alvo pode ser introduzida  no corpo do paciente por via oral (comprimidos) ou injetados (intravenosa).  

Diferentes tipos de terapia-alvo podem ser usados para tratar o paciente de acordo com o perfil de seu tumor e suas características pessoais, sendo que o objetivo é sempre o mesmo: impedir o avanço do câncer.

 

A terapia-alvo é indicada para tratar que tipo de câncer?

Diferentes  terapias-alvo já estão disponíveis para o tratamento de uma série de diferentes tipos de câncer. Podemos destacar câncer nos rins, câncer de pulmão, leucemia, câncer de mama, câncer de ovários, câncer de tireoide, câncer de pele, câncer de fígado e câncer de cólon e reto.

Para que a terapia-alvo funcione, as células cancerígenas precisam apresentar os marcadores moleculares correspondentes. 

Por isso, antes de prescrever o tratamento com terapia-alvo, os médicos oncologistas costumam realizar exames moleculares para poder determinar a sua efetividade no combate ao câncer, de forma objetiva e individualizada.

A Oncologia D’Or é uma rede de mais de 40 clínicas que são referência no atendimento oncológico de excelência, presente nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Tocantins, Ceará, Maranhão e Bahia.