Oncologia

Oncologia

Oncologia é a especialidade médica que tem como missão coordenar o diagnóstico e o tratamento do câncer em suas diferentes apresentações.

Consultar um especialista

O que é Oncologia?

Oncologia é a especialidade médica que tem como missão coordenar o diagnóstico e o tratamento do câncer em suas diferentes apresentações. Sendo assim, sempre que possível, o oncologista deve participar de todas as decisões relacionadas ao tratamento nos casos de câncer já diagnosticados. Além disso, pode contribuir muito no diagnóstico e na prevenção da doença. 

A palavra “oncologia” tem origem grega: “onkos” quer dizer massa, volume e fardo, enquanto “logia” é estudo. Portanto, o significado de oncologia quer dizer “estudo das massas e volumes”. 

Estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam a ocorrência de aproximadamente 14 milhões de novos casos de câncer em todo o mundo, número que deve chegar a 21 milhões de novos casos em 2030.

O crescimento destes números pode ser explicado pela maior expectativa de vida da população no mundo todo e pela adoção de hábitos urbanos sabidamente relacionados ao desenvolvimento do câncer – sedentarismo, tabagismo, maior ingestão de alimentos industrializados, entre outros.

Chamamos de tumor o crescimento anormal das células. Tumores são classificados em benignos (crescem mais lento e sem a capacidade de invadir outros tecidos) e malignos. Apenas os tumores malignos são chamados de câncer. Todos esses casos são tratados pela Oncologia, a especialidade que conhece a forma como o câncer se desenvolve no organismo de cada um e busca um tratamento adequado para cada caso individualmente.

Para otimizar o tratamento, os especialistas que atuam nos consultórios médicos iniciam o tratamento dos pacientes com o olhar direcionado para qualquer possível indício do desenvolvimento de um tumor. 

Quando suspeitar de um câncer:

– Queda repentina de peso sem fazer dieta ou prática de exercícios;
– Muito cansaço fazendo pequenas tarefas;
– Dor que não tem causa aparente e não passa;
– Aumento da temperatura corporal para estado febril e melhora sem o uso de medicamentos;
– Alteração significativa e duradoura das fezes;
– Dor ao urinar ou perceber que a urina ficou mais escura por presença de sangue;
– Sangramentos sem motivos aparentes;
– Crescimento de nódulos ou gânglios;
– Dificuldade para engolir e engasgos frequentes;
– Rouquidão e tosse que se estende por mais de três semanas.

 

Se após exames laboratoriais o resultado der positivo para o desenvolvimento de um câncer, o paciente já é encaminhado para o acompanhamento e tratamento oncológico específico para o seu tipo de enfermidade.

  

Para que serve a oncologia?

Os principais recursos para tratamento do câncer são cirurgia, quimioterapia, imunoterapia, terapia-alvo, radioterapia e hormonioterapia, que podem ser utilizados em combinação ou isoladamente.

Os tratamentos podem ser direcionado para fins curativos, de remissão e paliativo.

O tratamento curativo visa a cura total e completa do paciente. Se isso não for possível, o médico oncologista e o paciente trabalham juntos para alcançar a remissão, o estágio em que a doença já não afeta mais a qualidade de vida do paciente, mas não é possível dizer que a cura já foi alcançada.

Os cuidados paliativos em oncologia são aplicados aos casos em que não é possível almejar a remissão. Eles consistem em uma série de medidas e procedimentos realizados para melhorar a qualidade de vida do paciente por meio do alívio dos sintomas. O objetivo é controlar a doença.

Geralmente, é a oncologia clínica que indica o tipo de tratamento que o paciente deve seguir, sendo que é o médico oncologista que prescreve as combinações medicinais que serão feitas.

Como o câncer é uma doença complexa, outros profissionais também podem atuar no tratamento de um paciente. Outras especialidades médicas, como a psico-oncologia, que visa fornecer atendimento psicológico ao paciente com câncer e a sua família, também podem ser grandes aliadas no tratamento da doença.

 

Oncologia D’Or

A atuação integrada dos diferentes profissionais envolvidos no diagnóstico e tratamento do câncer é fundamental para o enfrentamento deste grupo de doença, proporcionando redução dos tempos para diagnóstico e início de tratamento, maior precisão diagnóstica, maior assertividade na tomada de decisão e melhores resultados com os tratamentos.

Por isso, a Rede D’Or São Luiz tem viabilizado a parceria das equipes de especialistas da Oncologia D’Or com as demais equipes médicas em cada um de seus hospitais.

A Rede D’Or São Luiz é referência no tratamento do câncer por meio da Oncologia D’Or, uma rede de mais de 40 clínicas de oncologia espalhadas pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Tocantins, Ceará e Bahia. A Oncologia D’Or realiza mais de 20 mil tratamentos por mês. 

Conheça os diferenciais do centro de oncologia da Rede D’Or São Luiz em http://www.oncologiador.com.br/portal/.