Gravidez de Alto Risco

Gravidez de Alto Risco

Quando determinados fatores interferem de forma negativa na gravidez ou no parto, existe a chamada gravidez de alto risco.

O que é Gravidez alto de risco ?

Toda gravidez é caracterizada por mudanças físicas, endócrinas, psicológicas e imunológicas. O acompanhamento profissional do começo ao fim é essencial para a identificação precoce de eventuais anormalidades que podem já existir ou surgir a qualquer momento e colocar a saúde e a vida da mulher e/ou do bebê em risco.

Quando determinados fatores interferem de forma negativa na gravidez ou no parto, existe a chamada gravidez de alto risco, que pode levar a graves problemas, como: aborto espontâneo, descolamento prematuro de placenta e doenças intra abdominais, como cálculo renal e apendicite. 

Inúmeras razões podem contribuir para a gravidez de alto risco, entre elas:

  • Idade da mãe ou do pai: mulheres acima de 35 anos e abaixo de 15 e homens acima de 55 anos, têm probabilidade maior de desenvolver parto prematuro, anemias e outras complicações. 
  • Passado Obstétrico desfavorável: mulheres que já passaram por perdas gestacionais, partos prematuros, abortos, entre outras
  • Uso de drogas lícitas e ilícitas; 
  • História familiar com gravidez de alto risco; 
  • Doenças crônicas: hipertensão e diabetes;
  • Obesidade ou desnutrição.

 

Quais os sintomas da gravidez de alto risco ?

Mulheres grávidas devem ser acompanhadas por um obstetra do momento em que descobrem a gravidez até o parto. Somente ele pode diagnosticar eventuais problemas, portanto todos os sintomas devem ser relatados na consulta. Alguns sintomas são considerados normais em uma gestação saudável, como falta de ar, enjoo, inchaço e azia, mas outros podem ser indicadores de risco, por exemplo:

  • Sangramento vaginal, geralmente volumoso, persistente, com coágulos e associados a desconforto abdominal; 
  • Dor abdominal, associada a vômitos, diarreia, febre e/ou dor ao urinar;
  • Náuseas e vômitos persistentes, acompanhados de febre, diarreia e  cólica intensa; 
  • Contrações uterinas precoces;
  • Diminuição de movimentos fetais.

 

Vale lembrar que somente o médico responsável pode afirmar a gravidade dos sintomas. 

 

Quais são os cuidados para enfrentar uma gravidez de alto risco ?

Mulheres que descobriram a gravidez de alto risco devem redobrar a atenção durante a gravidez. Seguir recomendações médicas é essencial para evitar complicações para mãe e feto. Algumas abordagens auxiliam nesta situação: 

  • Assistência do obstetra do começo ao fim da gestação;
  • Dieta saudável e equilibrada;
  • Evitar o consumo de drogas lícitas ou ilícitas; 
  • Permanecer em repouso. 

 

A Rede D’Or São Luiz possui hospitais, clínicas, consultórios e ambulatórios médicos presentes nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia. Em seu quadro de colaboradores, a Rede D’Or São Luiz conta com mais de 87 mil médicos capacitados para oferecer atendimento médico de excelência.