Ressonância Magnética do Crânio com Fluxo Liquórico

Este exame avalia a cabeça do paciente, estudando o cérebro, as membranas que o revestem e o próprio crânio. 

O que é Ressonância Magnética do Crânio com Fluxo Liquórico?

A ressonância magnética, também conhecida pela sigla RM, ou ressonância nuclear magnética, é um exame que permite visualizar estruturas anatômicas, como ossos e músculos, sem necessidade de procedimentos cirúrgicos, portanto menos invasiva.

No caso da Ressonância Magnética do Crânio com Fluxo Liquórico, o exame avalia a cabeça do paciente, estudando o cérebro, as membranas que o revestem e o próprio crânio. 

Além disso, neste exame também é medido e avaliado o líquor. O líquor é um líquido presente na medula espinhal e que banha também as membranas (meninges) que protegem o cérebro. Sua função é de amortecedor, impedindo que impactos afetem delicadas estruturas neurológicas, além de proteger contra germes e bactérias, além de outras funções.

Quando há problemas no líquor ou se encontram em quantidade aumentada, o paciente pode apresentar hidrocefalia ou outros comprometimentos.

 

Como é feito o exame Ressonância Magnética do Crânio com Fluxo Liquórico?

O exame de Ressonância Magnética do Crânio com Fluxo Liquórico é feito na máquina de ressonância magnética. O paciente deita na maca, que desliza para dentro de um aparelho circular. É necessário permanecer imóvel por alguns minutos.  O equipamento é extremamente seguro, com iluminação e ventilação adequadas.

A ressonância magnética funciona à base de poderosos ímãs, que criam um campo magnético que permite a composição de imagens. Por isso deve-se remover objetos metálicos antes do exame.

Outro componente que melhora a qualidade das imagens da ressonância magnética são as ondas de radiofrequência emitidas pela máquina.

 

Para que serve o Exame Ressonância Magnética do Crânio com Fluxo Liquórico?

A Ressonância Magnética do Crânio com Fluxo Liquórico serve para analisar a presença de líquor no cérebro e medula espinhal. Como o exame captura imagens, é possível determinar, por exemplo, o fluxo e movimentação do líquor.

Assim, pode ser diagnosticada a hidrocefalia e outras condições, como a estenose, estreitamentos nas estruturas pelas quais o líquor se movimenta, além do acúmulo do líquor em “dobras” do cérebro, chamadas ventrículos.

Por ano,a Rede D’Or São Luiz realiza mais de 3,4 milhões de atendimentos médicos de urgência e emergência. A Rede D’Or São Luiz está presente nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia.

Prazo de entrega

O prazo pode variar de acordo com a unidade. Por favor, entre em contato conosco pelo telefone (11) 2076-7000 para confirmar o prazo.

Cobertura

Para informações sobre cobertura, acesse a nossa página de Planos e Convênios.

Preços e pagamento

Pagamento particular

Para informações sobre valores de exames, entre em contato conosco pelo telefone (11) 2076-7000.

Exames e Procedimentos relacionados