Tomografia Computadorizada de Abdome Superior

Este exame é usado para identificar e avaliar diversas patologias que atingem os órgão do abdome superior.

O que é Tomografia Computadorizada de Abdome Superior?

Tomografia Computadorizada de Abdome Superior é um exame de diagnóstico por imagem da região do abdome superior, e inclui:
– Fígado
– Vesícula
– Vias Biliares
– Baço
– Pâncreas
– Rins
– Vias urinárias
A obtenção das imagens é feita com radiação ionizante, semelhante ao raio-X. A diferença é que a Tomografia tem visão 360º. Devido a essa radiação, o exame é contraindicado para gestantes.
Para melhor visualização das imagens, em alguns casos, é utilizado contraste intravenoso. Quando a substância atinge a região analisada, as alterações se destacam.

Também conhecido por: TC abdome l4/l5, TC abdome simples l4/l5, TC abdômen superior, TC baco, TC de abdome superior para avaliação de gordura, TC fígado, TC hepática, TC pâncreas, Tomografia computadorizada fígado, Tomografia computadorizada hepática, Tomografia computadorizada pâncreas, Tomografia multislice de abdômen superior, TC vias biliares.

Como é feito o exame Tomografia Computadorizada de Abdome Superior?

O preparo para o exame de Tomografia Computadorizada de Abdome Superior é combinado com o médico assistente ou com o local onde será realizado, e geralmente inclui jejum e chegar ao local com antecedência.

No dia do exame, o radiologista conversa sobre as etapas realizadas, e possíveis efeitos do contraste intravenoso.

 

Para que serve o Exame Tomografia Computadorizada de Abdome Superior?

O exame Tomografia Computadorizada de Abdome Superior é usado para identificar e avaliar diversas patologias que atingem os órgão do abdome superior, como:
– Apendicite
– Colite Ulcerosa
– Doença de Crohn
– Pancreatite
– Cirrose
– Pedra nos rins
– Cistos no ovário
– Tumores

A Rede D’Or São Luiz possui hospitais espalhados por 6 estados brasileiros. Todas as instituições possuem selos de qualidade nacionais e internacionais, como o que é oferecido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que são uma garantia de excelência no atendimento hospitalar.
Ao todo, são mais 80 mil médicos das mais diversas especialidades, disponíveis para auxiliar no tratamento e no diagnóstico de condições diversas.

Exames e Procedimentos relacionados