Neurologia

Neurologia

Neurologia é a especialidade médica que contempla o diagnóstico e o cuidado com as doenças que afetam o sistema nervoso central e seus componentes, incluindo algumas funções neuromusculares, revestimentos e vasos sanguíneos.

O que é neurologia?

A neurologia é uma especialidade médica que trata distúrbios relacionados ao sistema nervoso. Ele é dividido entre o sistema nervoso central, que é composto pelo cerebelo, tronco encefálico, cérebro e medula espinhal; periférico, que são os nervos que ligam o sistema nervoso central ao resto do corpo, e também o autónomo, que controla todas as nossas funções, como a digestão, circulação do sangue, respiração e também o controle de temperatura.

A área de neurologia também atua em conjunto com outras especialidades da medicina. O neurologista, por exemplo, pode estar envolvido em pesquisa clínica ou até mesmo atuando em conjunto com outro médico para auxiliar no tratamento de algumas especialidades, como a depressão, ansiedade e a síndrome do pânico.

As doenças mais comuns tratadas por um neurologista são as cefaleias ou dores de cabeça; distúrbios do sono, como insônia, ronco, apneia e o excesso de sono; AVC; Alzheimer; doença de Parkinson; Esclerose Múltipla; tumores, meningites, déficit de atenção e hiperatividade.

O neurologista também pode se especializar no tratamento de crianças. A neurologia pediátrica, como é conhecida, acompanha o desenvolvimento neurológico dos pequenos, por meio de exame clínico e pelo diagnóstico das funções motoras e cognitivas, permitindo identificar e fazer um tratamento preciso de doenças. As enfermidades mais comuns na infância e adolescência são meningite, encefalites, epilepsias, doenças do sono (sonambulismo, bruxismo, paralisia do sono e sonolência excessiva durante o dia, por exemplo), doenças musculares, dores de cabeça, entre outras.

Os Hospitais que integram a Rede D’Or São Luiz possuem instalações prontas para receber e auxiliar no tratamento de diversas doenças neurológicas. Nossas clínicas de neurologia são formada por equipes especializadas, que contam com o suporte de equipamentos diagnósticos de alta tecnologia. Destaca-se também o ápice da tecnologia na neurologia, o Gamma Knife é um equipamento cirúrgico, não invasivo, que através de radiocirurgia estereostática faz o tratamento de tumores cerebrais.

Para que serve a neurologia?

A neurologia colabora com o tratamento de muitas enfermidades do sistema nervoso. O profissional desta área pode auxiliar analisando diversas doenças relacionadas a traumas cerebrais, vascular e neuromuscular, além de enfermidades relacionadas ao sono.

Entre os principais exames solicitados pelos neurologistas estão, a tomografia computadorizada e a ressonância magnética – ambos exames de imagem utilizados para auxiliar no diagnóstico de algumas doenças, como câncer e infecções; exames de sangue; mapeamento cerebral, procedimento de diagnóstico que registra a atividade elétrica do cérebro; eletroencefalograma, que é utilizado para registrar a atividade elétrica do cérebro; e eletroneuromiografia, um exame neurofisiológico, utilizado no diagnóstico e prognóstico de lesões no sistema nervoso periférico.

A Rede D’Or São Luiz tem em sua equipe neurologistas reconhecidos nacional e internacionalmente, atuando em seus consultórios médicos e centros cirúrgicos. A estrutura conta ainda com a equipe de assistência preparada para aplicação de protocolos de atuação na neurologia, como para casos de emergência com indicativo de uso do trombolítico.

Quando há indicativo de cirurgia, entra em ação a equipe de neurocirurgiões, que atam com suporte de equipamentos altamente tecnológicos, para uma conduta cirúrgica extremamente precisa. Para tanto, alguns hospitais da Rede D’Or São Luiz contam com salas híbridas no Centro Cirúrgico – que permitem a realização de tomografia durante o procedimento.

 

Em âmbito geral, destacam-se as principais doenças abordadas pela especialidade:

  • Doenças vasculares encefálicas;
  • Neuropatias;
  • Doenças neurodegenerativas;
  • Distúrbios dos movimentos;
  • Distúrbio do sono;
  • Deficiência mental;
  • Malformações congênitas do sistema nervoso.