Cardiologia

Endoscopia

A Endoscopia Digestiva é o exame indicado para investigação de doenças que ocorrem nas paredes da parte superior do aparelho digestivo, o que inclui o esôfago, o estômago e o duodeno (primeira parte do intestino delgado).

O que é endoscopia?

Endoscopia é um tipo de exame feito para avaliar o sistema digestivo do paciente, em especial, do seu começo.

Ela é feita por meio de um aparelho chamado endoscópio, um tubo flexível e fino com uma câmera na ponta. O paciente passa por uma sedação (que tende a variar de acordo com a idade e o biotipo de cada indivíduo), e esse aparelho é inserido no corpo pela boca.

Essa sedação da endoscopia costuma ser bastante curta, durando o tempo do exame somente. Também é aplicado um spray anestésico na garganta, para ajudar o paciente a não sentir dor.

Assim, a câmera captura imagens do interior de seu estômago e de outros pontos que podem ser de interesse médico, como o esôfago e o duodeno, de acordo com os objetivos do médico e os sintomas apresentados pelo paciente.

Para que serve a endoscopia?

A endoscopia serve para diagnosticar que tipo de condições assolam o sistema digestivo do paciente. São doenças como a gastrite, a úlcera e o refluxo, por exemplo. Os cânceres que afetam a região, como câncer de estômago e de esôfago, também podem ser detectados na endoscopia.

No caso de suspeita de infecção pela bactéria H.pylori, a endoscopia também é feita, mas inclui-se uma etapa onde é retirada uma pequena amostra da parede do estômago do paciente, que é analisada para detectar a bactéria ou outras condições.

Como é o preparo da endoscopia?

O preparo da endoscopia é relativamente rígido, já que o jejum para endoscopia pode durar mais de 8 horas, onde o paciente deve evitar qualquer tipo de comida para permitir que o estômago fique limpo e o médico consiga ver sua mucosa. O jejum de água também é necessário, por pelo menos 4 horas antes da realização do exame.

A dieta da endoscopia, no dia anterior do exame, deve ser leve, alimentando o paciente sem pesar muito em seu estômago. O paciente deve ir acompanhado e não pode dirigir após a realização do exame. 

Por ano, a Rede D’Or São Luiz realiza mais de 3,4 milhões de atendimentos médicos de urgência e emergência. A Rede D’Or São Luiz está presente nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia.