Varíola

O que é varíola?

A varíola é uma doença infecciosa que é considerada como erradicada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde os anos 80, após a realização de uma campanha de vacinação maciça, que envolveu o mundo inteiro. 

No entanto, devido à gravidade da doença, é recomendado que o conhecimento acerca dos sintomas, das causas e do tratamento da varíola seja disseminado ao máximo para evitar novos casos. A OMS considera a varíola uma das doenças mais devastadoras de toda a história e o diagnóstico rápido dessa condição aumenta as chances de sobrevivência do paciente.

O vírus da varíola é o Orthopoxvirus variolae e essa é uma doença com capacidade de levar o paciente a óbito. Caso isso não aconteça, o paciente pode ficar cego e ter as marcas e bolhas características da varíola por todo o corpo.

Foram essas marcas que fizeram a varíola também ser chamada de “bexiga” e existem dois tipos de varíola, sendo que um causa menos sintomas e no outro esses sinais são mais severos.

A transmissão da varíola acontece por meio do contato com o vírus (um dos mais conhecidos e é visível no microscópio eletrônico), seja por meio do contato com pessoas infectadas, com objetos que possuem o vírus ou com objetos que pertenceram a uma pessoa com varíola. O vírus pode sobreviver por até 24 horas em objetos que tiveram contato com uma pessoa infectada.

 

Quais são os sintomas da varíola?

No geral, os sintomas iniciais da varíola são bastante similares ao de uma gripe e incluem, por exemplo, febre, dor de cabeça, mal-estar e dores musculares.

Depois, o vírus se espalha pelo corpo por meio do sistema linfático e surgem manchas avermelhadas por toda parte. Essas manchas evoluem para pústulas e bolhas repletas de líquido por todo o corpo, inclusive em locais como a mucosa nasal e a mucosa da boca.

 

Como é o tratamento da varíola?

A varíola não tem cura e os tratamentos existentes somente aliviam os sintomas da doença, sem a possibilidade de matar o vírus e impedir, por exemplo, o surgimento das pústulas características.

A melhor forma de prevenir a doença é por meio da vacinação. Mas, como essa é uma condição considerada erradicada, a vacina contra a varíola não faz parte do calendário regular de vacinação.

A Rede D’Or São Luiz realiza, por ano, mais de 3,4 milhões de atendimentos médicos de urgência e emergência para os pacientes que necessitam de cuidados imediatos. Os hospitais, clínicas, ambulatórios e consultórios médicos da Rede D’Or São Luiz estão presente nos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão e Bahia. Marque a sua consulta.