Cirurgia de Joelho

Cirurgia de Joelho

Entre os procedimentos cirúrgicos da ortopedia, as cirurgias de joelho são as de maior demanda. Entre os principais motivos: acidentes com veículos automotivos ou prática de esportes; lesões degenerativas, como desgaste ósseo e de articulações do organismo.

O que é cirurgia de joelho?

O joelho é uma das principais articulações do corpo humano, composta por ligamentos, menisco, a patela e tendões. Uma cirurgia é todo e qualquer tipo de instrumento médico que requer uma intervenção do médico no paciente, seja feita de forma manual ou por meio de instrumentos.

Toda vez que você caminha, corre, sobe escada, dirige seu carro, agacha, ajoelha, se senta e pratica exercícios físicos, você força a sua articulação do joelho. É por conta de toda essa versatilidade que a cirurgia no joelho é um dos procedimentos mais feitos da ortopedia e traumatologia.

Uma cirurgia de joelho pode ser necessária para fazer correções nessa articulação, por conta de problemas diversos que podem ser decorrentes, por exemplo, de um acidente de carro.

A cirurgia no joelho também pode ser feita para tratar atletas que se lesionaram durante a prática de esportes. Em uma das cirurgias de joelho mais famosas da história, o atleta Ronaldo, Fenômeno, foi tratado para resolver um problema que teve no joelho, por conta de sua atuação como jogador de futebol.

Esses procedimentos cirúrgicos da ortopedia também podem ser feitos para tratar de pacientes e indivíduos que sofreram desgastes excessivos na articulação do joelho, seja nos ossos, seja nos tendões.

Certos casos de cirurgia de joelho podem, inclusive, requerer a realização de implantes e próteses, como as que são feitas para substituir, por exemplo, a patela, nos casos de desgaste extremo.

Por ser um tratamento bastante delicado, a cirurgia de joelho tem tempos de recuperação e de repouso que variam, sendo que alguns pacientes podem precisar realizar sessões de fisioterapia logo após o procedimento cirúrgico para otimizar as chances de cura do tratamento.

Quase toda cirurgia no joelho requer um estudo pré-cirúrgico aprofundado, permitindo que o médico tenha total conhecimento das particularidades do paciente, de forma a realizar um trabalho de qualidade e efetivo.

Além dos tradicionais exames de imagem, como Raio-X e ressonância magnética, a Rede D’Or São Luiz oferece opções como a impressão 3D dos exames, permitindo que, além de ver, o médico sinta a articulação antes de iniciar o procedimento cirúrgico. Outra opção que o médico e o paciente da Rede D’Or São Luiz possuem é o sistema de Cinematic Rendering, que também oferece uma visão mais precisa da articulação, de forma a auxiliar em um planejamento cirúrgico completo.

Existem diferentes tipos de cirurgia no joelho, sendo que algumas pode ser a substituição total do joelho por uma prótese ou uma cirurgia de joelho parcial, que trata de remover apenas a parte danificada da articulação. Geralmente, a cirurgia de joelho parcial é seguida por uma artroplastia, tipo de cirurgia de joelho que visa a reconstrução de partes danificadas.

Outro tipo de cirurgia de joelho é a ressecção, que remove tecidos, tendões e ossos que estejam na articulação do joelho e que possam estar danificados.

Já a artroscopia é outro tipo de cirurgia de joelho, sendo que ela é feita com a ajuda de uma câmera, que é inserida dentro da articulação do paciente, permitindo que o médico a visualize por dentro. Nesse tipo de tratamento, também é possível tratar de problemas pequenos, por meio de equipamentos médicos que também são inseridos na articulação.

Por fim, existem ainda as cirurgias de reconstrução dos ligamentos, que podem envolver os diferentes ligamentos que compõem o joelho.

Por ano, a Rede D’Or São Luiz realiza mais de 229 mil tratamentos cirúrgicos, sendo que nos últimos 3 anos, mais de 4 mil cirurgias realizadas na Rede D’Or São Luiz foram feitas por meio da cirurgia robótica.
A Rede D’Or São Luiz está espalhada pelos estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Bahia, Sergipe, Maranhão e Pernambuco.